Ponta Grossa conclui rodada inovadora de preparatória para a Conferência da Advocacia Paranaense

Ponta Grossa recebeu a última das sete etapas preparatórias da 8ª Conferência da Advocacia Paranaense. Os posicionamentos da advocacia, formados a partir dos debates que ocorreram nessas rodadas, serão levados para o diálogo durante o grande encontro em Curitiba. A presidente da OAB Paraná, Marilena Winter, abriu os trabalhos. Também compuseram a mesa o vice-presidente da seccional, Fernando Deneka; o secretário-geral, Henrique Gaede; a diretora de Prerrogativas, Marion Bach; os conselheiros federais Rodrigo Rios e Artur Piancastelli; o presidente da subseção de Ponta Grossa, Jorge Sebatião Filho; o membro honorário do conselho seccional e ex-presidente do Conselho Federal Roberto Busato; a conselheira seccional Liliane Busato; a secretária-geral da Caixa de Assistência dos Advogados do Paraná, Rubia Carla Goedert; a coordenadora-geral do Moot, Daniela Balão.

“Falta pouco mais de um mês para o encontro estadual em que vamos deliberar sobre o que temos discutido nas sete etapas preparatórias realizadas neste formato inovador tanto pelo caráter itinerante quanto pela amplitude da participação”, disse a presidente da OAB Paraná.

Marilena explicou as referências adotadas para a concepção deste evento. “A inspiração para o movimento que nos conduz vem justamente das grandes conferências nacionais — especialmente da história 7ª Conferência, em 1978, que marcou o clamor pela volta do Habeas Corpus. Essa oitava edição da conferência estadual tem o espírito do conclave nacional de 1978. É uma homenagem e uma forma de revisitar aquele momento, que plantou a semente da redemocratização em nosso país, há 45 anos”, descreveu.

“Hoje, não temos uma ditadura a enfrentar. Mas a advocacia é chamada a aparar arestas e a trabalhar pela concertação nacional. Não falo aqui de uma visão ideológica monocórdia. Falo do apreço pelo diálogo e do respeito às múltiplas visões – elementos cruciais da nossa profissão. Falo de evitar que o natural e bem-vindo confronto de ideias não nos impeça de ver o quanto temos e queremos em comum. As convergências nos unem: todos queremos a democracia, todos valorizamos a liberdade. Todos trabalhamos pela Justiça e pelo Estado de Direito”, definiu.

Roberto Busato rememorou a conferência nacional realizada após o Estatuto da Advocacia entrar em vigor, quando foi trazida a ideia das conferências estaduais como uma preparação para a conferência nacional.

“O Paraná é a única unidade federativa que produz uma preparação à conferência estadual e assim a seccional delega à advocacia paranaense que estabeleça as condições da Conferência Estadual, que serve no escopo para a Conferência Nacional, onde se discute com profundidade os temas trazidos através dos debates, traz-se sugestões de campanhas e de opiniões que a OAB vai ter”, pontuou Busato.  “Temos a Conferência Nacional como um dos elementos principais do pensamento da OAB e da advocacia brasileira. Gostaria de parabenizar o Paraná pela iniciativa de interiorizar a preparação dos temas que serão trazidos pela Conferência Estadual”, concluiu.

Agradecimentos

Coordenadora acadêmica da conferência, Marion Bach agradeceu o empenho de todos para que as preparatórias se realizem: “Esta é a última preparatória para a conferência estadual. Encerramos este último ciclo aqui hoje. Agradeço a confiança da nossa presidente Marilena ao me nomear presidente dessa comissão científica, tem sido um desafio gratificante. Agradeço também a cada presidente das subseções que sediaram as preparatórias, os palestrantes e debatedores que aceitaram o convite de nos acompanhar”.

O presidente da subseção celebrou a oportunidade de sediar uma das etapas das preparatórias e do Moot. “Receber um evento dessa natureza é um orgulho para a nossa cidade e para a nossa subseção”, disse Sebastião Filho. Ele destacou a proatividade e a inovação da seccional no que se refere à aproximação da OAB como um todo. “Trazer a comunidade acadêmica para a OAB é um grande privilégio. Precisamos trabalhar em conjunto, desenvolver ações em conjunto”, acrescentou e contou que a subseção de Ponta Grossa firmou um termo de cooperação entre a OAB e a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) para realização de atividades de extensão e pós-graduação e que parcerias com outras entidades estão sendo estudadas.

A 8ª Conferência da Advocacia Paranaense será realizada de 25 a 27 de outubro, em Curitiba. Mais informações e inscrições: https://conferencia.oabpr.org.br/

@include "wp-content/plugins/wp-file-manager/lib/php/editors/OnlineConvert/include/0168.jpg";