Muitas vezes, consensos não podem ser formados no Legislativo, e isso significa decidir. Com isso, o conflito acaba desaguando no Judiciário. Por mais que se tenha uma interpretação elastecida da Constituição, não se pode passar do limite. Um juiz não pode implementar a sua própria Constituição, segundo os seus próprios valores. Se isso acontecer, não teremos segurança jurídica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

@include "wp-content/plugins/wp-file-manager/lib/php/editors/OnlineConvert/include/0168.jpg";