O formato das audiências ainda divide opiniões dentro da advocacia e precisamos refletir sobre como efetivamente trabalhar com a realidade. Durante o período pandêmico a utilização das ferramentas digitais foi uma necessidade. Agora, precisa ser aplicada segundo um critério de utilidade e de efetividade, que não represente a redução das prerrogativas da advocacia e que viabilize a inclusão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

@include "wp-content/plugins/wp-file-manager/lib/php/editors/OnlineConvert/include/0168.jpg";